logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Amor à palavra (sobre recursos estilísticos da poesia de José Saramago
Autor(es): SANDRA APARECIDA FERREIRA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 21/10/2019
Palavra-chave Poesia,Estilstica,Jos Saramago
Resumo Em Os poemas possíveis (1966), José Saramago (1922-2010) incluiu uma seção intitulada “O amor dos outros”, composta por 10 poemas breves concernentes a uma previsível, mas fascinante mitologia amorosa. Ao trabalho ora proposto interessa considerar aquela seção de poemas de um ponto de partida imanentista, analisando sua opção por elementos peculiarizadores da linguagem para a construção do texto poético, tornado gesto significativo em que o poeta dá vida a um desejo de ênfase sentimental que difere dos fluxos normais da expressão em língua portuguesa. Para tanto, será utilizado o método crítico da estilística, pautado pela identificação de estilemas, a exemplo das marcas gramaticais e léxicas no sistema material do texto, com vistas a, por meio da verificação da pressão estética dos significantes formais, inferir as correspondências no plano do conteúdo. Essa consideração dos recursos da estrutura poética entende a expressão como função a ser conhecida mediante a análise dos diferentes níveis de linguagem. O aporte teórico da reflexão reside nas contribuições da estilística dita idealista, especialmente nas fornecidas por Amado Alonso em Materia y forma en poesia. A questão orientadora da comunicação será verificar a existência de correlação entre o criado pelo poeta e o impulso criativo que o levou a expressar-se de uma maneira específica e não de outra, verificando como o mesmo condensa os sentimentos expressos pelas vozes míticas de que se vale. Trata-se da observação de campos semânticos básicos da estilística, a saber, o sentimento e seu meio de representação. Assim, procuraremos responder à questão: como o sentido, o vivido e/ou sofrido pelas personagens históricas e literárias conclamadas nos poemas considerados tornam exterior o mundo interior por meio da representação verbal? Para Amado Alonso, o labor do poeta consiste em unir, por meio da palavra, a intuição e o sentimento, sem deixar fissuras. Afirma que o sentimento não se salva se não alcança objetivar-se em uma intuição da realidade. O propósito desta comunicação, portanto, é investigar como José Saramago objetiva linguisticamente o tema do amor alheio, ora harmonizando o sentimento com o pensamento, ao modo de um poeta clássico, ora desequilibrando os termos em favor do sentimento, como um romântico.