logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Descrição semântico-pragmática das construções de tópico marcado
Autor(es): JAIR BARBOSA DA SILVA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 21/10/2019
Palavra-chave Construes de tpico,traos semnticos,estrutura da informao
Resumo O presente trabalho tem por objetivo principal descrever as propriedades semântico-pragmáticas das construções de tópico marcado em português, na variedade brasileira. Para tal fim, os dados ora analisados foram coletados de conversas do cotidiano, reportagens jornalísticas ou mesmo tomados, secundariamente, de outros autores. Parte-se do pressuposto de que o tópico marcado pertence à categoria linguística que se manifesta no uso da língua estruturalmente, portanto, pertence à sintaxe; desempenha determinadas funções comunicativas, logo, é da ordem da pragmática; e apresenta determinados traços que o torna distinto de outras categorias da língua, por isso, pertence à semântica. Do ponto de vista semântico, as construções de tópico serão analisadas levando-se em conta os seguintes aspectos: a) quanto ao papel temático; b) quanto aos traços; e c) quanto às relações de continência, conforme Silva (2011). Já do ponto de vista pragmático, segue-se o que propõe Lambrecht (1194), para quem o modo de estruturação sintática de uma dada língua está relacionado à Estrutura da Informação (EI), ou seja, aos processos pelos quais o falante organiza seu discurso a fim de interagir com seus interlocutores, assim, toda a codificação linguística se apresenta como tal porque se presta a uma dada função comunicativa. A partir desse quadro, verifica-se que a relação sintaxe-semântica-pragmática é indissociável, fazendo sentido observá-las em separado apenas por didatismo. Sumarizando os resultados a que se chegou, tem-se o seguinte: i) semanticamente, as construções de tópico marcado apresentam os mais diversos papéis temáticos – agente, paciente, beneficiário, meta etc.; no que concerne aos traços semânticos, verifica-se alta regularidade de +humano, +animado, +definido, +não humano, +não animado e baixíssima ocorrência do traço +indefinido; ao passo que nas relações de concernência, são observados os processos metafóricos, metonímicos, sinonímicos, hiperonímicos e hiponímicos; ii) pragmaticamente, as construções de tópico marcado apresentam-se de forma saliente no discurso, são a entidade sobre a qual se diz algo, encadeiam, em certas circunstâncias, a progressão textual, orientam o falante para uma dada direção do discurso, preveem o contexto de uso da língua, reivindicam conhecimentos de mundo e conhecimento partilhado e a competência linguística dos sujeitos envolvidos nas instâncias de interação linguística.