logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Imagens discursivas e valores no futebol brasileiro
Autor(es): Mrcia Regina Curado Pereira Mariano. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 21/10/2019
Palavra-chave persuaso,futebol,ethos
Resumo Levando em conta a presença diária do futebol na vida dos brasileiros e a importância de conhecer melhor os meandros da argumentação nos discursos cotidianos, nossos objetivos, neste trabalho, são: analisar as estratégias argumentativas utilizadas na reportagem “A crucificação de Neymar”, publicada na revista Placar, em outubro de 2012, para alcançar a adesão dos leitores, e identificar, nessa argumentação, quais são os valores que circulam no mundo do futebol. Considerando que os valores, as hierarquias e os lugares do preferível são objetos de acordo que pretendem alcançar a adesão de um auditório, segundo Perelman e Tyteca (2005), retomaremos dos estudos retóricos e neo-retóricos esses conceitos, bem como as noções de auditório particular e auditório universal, além das definições de ethos, pathos e logos, que revelam que a construção dos textos persuasivos é o resultado de um jogo de imagens discursivas. Em época de preparação para sediar a Copa 2014, o Brasil vive não só o drama de precisar cumprir em tempo todas as exigências da FIFA, mas também o drama de definir uma seleção que agrade a todos. Um dos grandes nomes do futebol brasileiro no momento é Neymar, jogador do Santos F.C., que talvez seja, hoje, o único titular confirmado na seleção de 2014. O atacante, no entanto, está longe de agradar a todos: é amado por alguns e odiado por outros. Nessa reportagem polêmica, o jogador “encarna” Cristo crucificado na capa, e a revista, abusando das metáforas, trata de uma discussão envolvendo o atleta, muitas vezes acusado de simular faltas durante os jogos: “Chamado de 'cai-cai', o craque brasileiro vira bode expiatório em um esporte onde todos jogam sujo”. Ao trazer uma série de pontos de vista sobre a conduta de Neymar no campo e a opinião de técnicos, jogadores e árbitros de futebol a respeito do jogador e da ética no futebol, o texto evidencia que os valores concretos, aqueles vinculados a um ente vivo, “[…] a um grupo determinado, a um objeto particular […]” (Perelman e Tyteca, 2005, p. 87) prevalecem nesse esporte, enquanto os valores abstratos ocupam um lugar secundário, importando, no campo, mais os resultados do que os meios utilizados para consegui-los. A reportagem ainda reflete sobre a importância do esporte no Brasil, sobre a natureza do futebol (é arte? É educação? É religião?) e sobre a imagem que o mundo tem do (jogador) brasileiro.