logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: O discurso no radiojornalismo esportivo: estudo do comportamento do gênero editorial.
Autor(es): CLAUDINEI CESAR ZAGO. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 22/10/2019
Palavra-chave Discurso do radiojornalismo,Editorial radiofnico,Estratgias argumentativas
Resumo O trabalho, parte de pesquisa de Mestrado, objetiva estudar o comportamento de um gênero jornalístico, a partir da seleção e uso de estratégias enunciativas alocadas na produção de um editorial radiofônico, considerando a hipótese de que um gênero consolidado pode modificar-se em sua estrutura composicional face às características que um suporte diferente requer para sua materialização. O problema que motivou a investigação está ligado ao fato de ainda não se conhecerem trabalhos voltados prioritariamente à análise de um tipo específico de discurso que é tomado para constituição do gênero editorial inscrito, de forma atípica, na esfera do radiojornalismo esportivo. O presente estudo respalda suas análises em linhas teóricas sustentáveis à descrição, identificação e análise do corpus tomada para análise, com a preocupação de observar em cada uma delas, fundamentos que possam explicar a maneira de organização dos elementos linguístico-discursivos, além de verificar quais expedientes retórico-argumentativos estão presentes nos diferentes segmentos do discurso que ajudam a construir. Para tanto, a pesquisa vale-se de pressupostos da Análise da Conversação e da Teoria da Argumentação, em diálogo complementar aos estudos da Nova Retórica de Perelman e Olbrechts-Tyteca (1996). Cotejou-se, também, aspectos teóricos do âmbito da Análise Crítica do Discurso no sentido de observar pontos de contacto, segundo van Djik (2001), na relação entre discurso, contexto e ideologia, indicadores que pudessem esclarecer o posicionamento do editor e a situação de produção com a qual interagiu. A análise realizada permitiu constatar que, embora provido de um conjunto variável de recursos linguístico-discursivos para compor as estratégias argumentativas que caracterizam o gênero editorial no/para o radiojornalismo esportivo, o editor-locutor precisou decidir-se, ao fazer as escolhas que fez, em que medida seu discurso tornar-se-ia persuasivo e como o faz para produzir o efeito desejado. Foi possível, ainda, depreender dessa análise que existe a possibilidade de um gênero consolidado, como o editorial, adaptar-se, mediante algum efeito coercitivo do meio ou não, a um novo dispositivo, como o rádio, levando em conta as características fundamentais da situação em que ele se dá, as relações de intersubjetividade dos interlocutores e a própria relação do gênero com o suporte.