logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: A voz do profeta e suas inscrições pela cidade
Autor(es): THAS HARUMI MANFR YADO. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 22/10/2019
Palavra-chave Discurso,Espao Urbano,Profeta Gentileza
Resumo Ao escopo teórico da Análise do Discurso (AD) de matriz francesa, investigaremos neste trabalho o funcionamento discursivo presente nas cidades – espaços urbanos, sociais, simbólicos, heterogêneo, de memória, pois a cidade é o pano de fundo para várias determinações que definem espaços, sujeitos inseridos no espaço urbano (ORLANDI, 2004). Interessa-nos compreender como os movimentos inscritos nesse espaço (a cidade) atingem e causam alterações na ordem social, e como tais movimentos são falados. Propomos observar a cidade como um meio discursivo, com os movimentos da linguagem e da escrita presentes nesse meio. Porém, atentaremos não só para o que se encontra visível, mas para seu sentido, seus significantes e para quem significa tais inscrições, visto que o espaço urbano é espaço de significação. Inscrito nesse espaço/lugar, objetivamos estudar os efeitos de sentido expressos pelos signos do Profeta Gentileza, que por meio de sua obra – o registro de suas profecias/sabedorias nas pilastras da Avenida Brasil na cidade do Rio de Janeiro, tornando a palavra um patrimônio cultural. Traçaremos um diálogo entre língua, memória e urbanidade, refletindo sobre os efeitos de patrimônio imaterial e a presença das obras de Gentileza, presentes no Rio de Janeiro e conhecidas em todo Brasil. Depois que as obras foram ocultadas, a partir de manifestações sociais que os escritos de Gentileza ganharam o direito de se tornarem patrimônio culturais, marcando a profunda mudança que as inscrições do Profeta causaram socialmente, elevando seu “Livro Urbano” como uma referência dentro da cidade (GUELMAN, 2009). Como corpus de análise, selecionamos recortes do documentário de Dado Amaral – “Gentileza” (1994), em que o Profeta Gentileza relata um pouco de sua trajetória, desde o começo de sua vida no interior do estado de São Paulo, suas andanças até chegar ao Rio de Janeiro, onde se tornou um “profeta” com obras (patrimônio cultural, atualmente) e conhecido em todo território nacional por suas pregações. Nosso intuito é analisar o funcionamento discursivo de alguns recortes dessa voz em que o discurso religioso faz retornar efeitos sobre a/na cidade.