logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Os discursos dos Lexicógrafos de dicionários português-espanhol
Autor(es): adriano caseri de souza mello. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 22/10/2019
Palavra-chave Anlise de Discurso,Dicionrios,Lexicografia discursiva
Resumo Esta comunicação apresenta o resultado de uma pesquisa de mestrado pautada pela análise discursiva de três dicionários bilíngues português-espanhol, por meio da perspectiva teórica da Análise de Discurso de linha francesa articulada à linha discursiva desenvolvida no Brasil. O objetivo deste trabalho foi o de compreender o discurso dos lexicógrafos de três dicionários de meados do século XX, por meio das análises das imagens construídas pelos autores dos textos introdutórios nos prefácios e na escrita dos verbetes sobre a língua, a língua portuguesa, a língua espanhola, a relação Portugal e Espanha, a imagens sobre seus próprios dicionários e as imagens que constroem de seus leitores. O corpus é formado pelo Dicionário de Português-Espanhol ( ALMOYNA, s/d), pelo Diccionario Portgués-Espanol ( CAVERO, 1966) e pelo Dicionário Português-Espanhol (GARCIA, 1958). Nosso recorte consiste em analisar os prefácios dos três dicionários, algumas marcas de outros textos introdutórios e uma série formada pelos primeiros 50 verbetes da letra M de cada dicionário. Analisamos os prefácios e a série de verbetes de nosso material e constatamos que os três dicionários apresentam um discurso heterogêneo sobre os sentidos de Língua, mesclando imagens da Línguística Histórica, da Teoria da Comunicação e do Estudo sobre Cultura. Observamos que todos os dicionários evocam uma memória de unidade entre a língua e a cultura portuguesa e espanhola, compreendemos que há a construção de imagens que ressoam um discurso colonialista sobre as línguas e seus leitores e mostramos que os autores dos prefácios e da série de verbetes apresentam um discurso de especialidade e autoridade sobre o fazer lexicográfico que a princípio, se propõem cientificista, mas que no decorrer de nossa análise se mostrou constituído também por discurso não acadêmicos como por exemplo o discurso da família, o discurso da religião, especilamente, do catolicismo, o discurso de observação, além de um discurso metalinguístico em relação ao próprio fazer dicionarístico. familiar, religioso, vulgar, de observação e outros.