logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Processos Linguísticos na Produção de textos: Mecanismos de qualificação e relações intersubjetivas
Autor(es): Solange Christiane Gonzalez Barros. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 21/10/2019
Palavra-chave Lingustica,Enunciao,Ensino/Aprendizagem de Lnguas
Resumo Nessa investigação, temos o intuito de promover uma reflexão sobre o ensino/aprendizagem de língua no ensino público do Estado de São Paulo. Por mais que as propostas pedagógicas, tais como as Propostas Curriculares Nacionais e Currículo do Estado de São Paulo – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, apontem para a relevância de se trabalhar a competência dos alunos, as práticas que, em grande parte, se vêem aplicadas pela escola ainda são pautadas em exercícios prescritivos e descritivos, cujo objetivo não é a produção textual. Diante de tal constatação, levando em consideração que o papel do ensino de língua é refinar a capacidade discursiva dos alunos, acreditamos que o ensino/aprendizagem de língua deve ser submetido a uma abordagem dialógica que muitas vezes não é vista tradicionalmente nas escolas, onde se costuma trabalhar separadamente língua e linguagem, gramática e produção/interpretação de textos. Nesse contexto, as questões gramaticais são abordadas independentemente do texto, e, por outro lado, o texto é abordado sem referência à organização léxico-gramatical-discursiva, ignorando-se o fato de que o texto é gerado a partir de relações léxico-gramaticais. Desse modo, nos propomos a repensar, dentro da perspectiva enunciativa, o estudo de língua. Para o desenvolvimento desse trabalho, apoiamo-nos na Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas de Antoine Culioli, que se apresenta como um caminho para se abordar a linguagem como forma de interação, e, dessa forma, como uma maneira para se reconhecerem práticas que visam à competência discursiva dos aprendizes, e que possam ser adotadas na escola. Assim, nossa opção teórica justifica-se à medida que consideramos a relevância de se trabalhar a articulação entre marcas gramaticais e produção/interpretação de texto. Para isso, estudamos a noção de qualificação veiculada por diferentes marcas gramaticais às quais, tradicionalmente, atribui-se esse papel. Incluem-se, por exemplo, os adjetivos, as locuções adjetivas, as orações adjetivas. Interessam-nos os processos de predicação que envolvem essa noção, uma vez que objetivamos mostrar que tais processos traduzem marcas de intersubjetividade que sustentam tais produções de significação. Para nossa análise, extraímos as ocorrências de produções textuais de alunos de Ensino Fundamental - Ciclo II coletadas em uma escola pública localizada na periferia de uma cidade do interior de São Paulo. Pretendemos, ao mesmo tempo, mostrar que, a abordagem, no ensino, desses marcadores gramaticais articulados à noção semântico-discursiva que veiculam é um caminho para se promover o desenvolvimento linguístico-cognitivo nos alunos.