logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Discurso político de Dilma Rousseff: a metáfora na construção do ethos
Autor(es): Simone Sant Anna. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 23/10/2019
Palavra-chave Ethos,Metfora,Discurso
Resumo O objeto de estudo do presente trabalho é a construção do ethos da presidente Dilma Rousseff a partir das metáforas apresentadas em seus discursos políticos. O objetivo principal desta pesquisa foi identificar, descrever e analisar como os diversos tipos de metáforas são responsáveis por construir imagens de identificação com o público-alvo contribuindo para o fortalecimento da argumentação. A hipótese inicial é representada pela presença de um elo emocional de aproximação entre a imagem construída pelas metáforas e o auditório. Em decorrência dessa aproximação, esses elos emocionais adquirem um valor de argumento, pois assumem a função de convencer ou persuadir. A construção do ethos é, portanto, interativa. Assim, locutor e destinatário estão envolvidos por uma cena da enunciação do texto. O trabalho apresenta como arcabouço teórico os conceitos da Análise do Discurso segundo Charaudeau (2009, 2011), Maingueneau (2008) e Amossy (2011); além de conceitos da teoria da metáfora conceptual de Lakoff & Johnson (1980). O corpus foi constituído por textos na modalidade escrita do gênero discurso político publicados no site do Planalto durante o primeiro semestre do ano de 2011 sobre temas diversos. Foram considerados somente os discursos enunciados pela presidente Dilma Rousseff para a realização da análise qualitativa dos enunciados. Primeiramente, foram selecionados os textos que apresentaram metáforas. Posteriormente, essas metáforas foram agrupadas de acordo com o tema apresentado. Foi realizado um levantamento dos campos semânticos mais frequentes o que possibilitou a construção de imagens (ethos) por intermédio das metáforas analisadas. E, por fim, o resultado da análise mostra que através da utilização de metáforas é possível relacionar não só os conceitos, mas também os efeitos discursivos entre o ethos do enunciador e o pathos do auditório. Essa relação contribui para o fortalecimento da argumentação. Vale ressaltar que a pesquisa apresenta os possíveis efeitos patêmicos com base na pressuposição, já que não é viável uma pesquisa para identificar o pathos do auditório. (Apoio: CAPES)