logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: o tom melancólico em 'Virgem Morta' de Álvares de Azevedo
Autor(es): William Saraiva. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 23/10/2019
Palavra-chave Estilstica,Poesia,Tom
Resumo O período romântico da poesia brasileira teve, como uma de suas características, o tema da melancolia causada por vários motivos: a saudade da pátria, o amor não correspondido, os desamores etc. Dos poetas desse período, Álvares de Azevedo, em sua curta produção, apresenta, em boa parte de sua obra, esse tema como marca muito característica de seu estilo. Tendência percebida em suas produções pelo entrelaçamento de vários aspectos linguísticos, tais como ritmo, escolhas lexicais, mórficas e sonoras. Esses elementos, que constroem o que MAINGUENEAU (2001) chama de corpo do enunciador, são traços estilísticos que aliados formam o tom melancólico dos poemas azevedianos. Assim, esta comunicação tem por objetivo analisar essa materialidade linguística presente no poema Virgem Morta, do referido poeta, com vista a desvelar a constituição desse tom. Para tanto, o estudo volta-se prioritariamente para os aspectos fonológicos em consonância com os lexicais e morfológicos, assumindo os pressupostos da Estilística em diálogo com a Análise do Discurso de linha francesa, conforme Martins (2009), Câmara Jr (1978,1987, 2004), Lapa (1998), Micheletti (2006, 2009) e Maingueneau (1997, 2001 e 2006). Seguindo essa confluência teórica, entende-se que a tonalidade melancólica presente na poesia de Álvarez de Azevedo é estabelecida pelo imbricamento de estruturas linguísticas e discursivas, tendo-se de um lado as motivações sonoras no nível fônico, tais como assonâncias, aliterações, rimas, combinadas com os traços relativos às escolhas morfológicas, lexicais e sintáticas, como, respectivamente, volume vocabular, léxico selecionado em pertinência contextual e curvas entoacionais; e de outro a corporalidade do enunciador que, observada em contexto, corrobora para a constituição de sentido. Destaque-se, ainda, que o presente trabalho está vinculado ao projeto Da Retórica à Estilística desenvolvido na linha de pesquisa Estudos Estilísticos: discurso, gramática e estilo pelo Grupo de Pesquisa Estudos Estilísticos, do Programa de Mestrado em Linguística da Universidade Cruzeiro do Sul.