logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: APROPRIAÇÃO DE CONCEITOS TEÓRICOS NA ESCRITA DE DISSERTAÇÕES: UM PROCESSO DIALÓGICO
Autor(es): Elza Maria Silva de Arajo Alves. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 21/10/2019
Palavra-chave Apropriao de conceitos,Dialogismo,Escrita
Resumo O presente estudo, recorte da pesquisa no momento sendo desenvolvida no mestrado, surgiu a partir de reflexões originadas no interior do Grupo de Pesquisa em Estudo do Texto e do Discurso – GETED/UFRN. Toma como objeto de análise a apropriação de conceitos teóricos na escrita de dissertações de mestrado. Está centrado nos pressupostos teóricos de Authier-Revuz (1998, 2004) no que concerne a heterogeneidade enunciativa, mais precisamente da heterogeneidade mostrada, aquela em que a autora toma como princípio norteador o conceito de dialogismo, no qual o discurso não é um ato individual, uma vez que há a ressonância de vozes: as vozes do eu e do outro, o que leva a crer que toda palavra é habitada pelo já-dito. Ou seja, o discurso se constrói pelo atravessamento de outros discursos e o conceito de ethos defendido por Maingueneau (2011), no que diz respeito à personalidade que o enunciador assume ao pronunciar um discurso, seja esse oral ou escrito. Nesse contexto, a indagação que se tem é: como o pesquisador em formação apresenta em sua escrita, os diferentes modos de apropriação dos conceitos de variação e mudança linguística? A hipótese é que, ao confrontar textos produzidos por diferentes pesquisadores, se possa observar, por meios da materialidade linguística, o modo como o autor se apropria de conceitos de variação e mudança. Temos como objetivos: i) analisar as diferentes formas de apropriação de conceitos teóricos na escrita da dissertação; ii) verificar o posicionamento que o pesquisador assume frente a teoria mobilizada. Enfatizamos que para realizar este estudo os excertos analisados foram selecionados a partir de um levantamento de dissertações de mestrado produzidas em diferentes programas de Pós-Graduação do Brasil, disponíveis no Portal Domínio Público – CAPES e do acervo da Biblioteca da Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo (USP). Os critérios de escolha das dissertações foram: ser da área de linguística e tratar do tema variação e mudança. Para esse trabalho, selecionamos quatro dissertações de mestrado defendidas nos anos de 1979, 1989, 2000 e 2011.