logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Escolhas lexicais e Intertextualidade no Discurso Poético de Cora Coralina
Autor(es): Rosilene Morato Mateus. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 14/10/2019
Palavra-chave Expressividade,Intertextualidade,Cora Coralina
Resumo Escolhas lexicais e intertextualidade no discurso poético de Cora Coralina Rosilene Morato Mateus Esta comunicação objetiva analisar a discursividade expressiva, as relações de intratextualidade e a posição assumida pelo enunciador ao tratar das dificuldades da vida metaforizadas no poema “Das pedras”. Sendo ele estudado observando-se as escolhas lexicais e a constituição de sentido, bem como a relação intratextual com o poema “No meio do caminho” de Carlos Drummond de Andrade. O enunciador do primeiro poema, ao se referir às “pedras que vieram sobre mim” deixa claro que passou por diversas dificuldades durante sua trajetória de vida, percebe a afirmação de que sua poesia cresceu “entre pedras”, revelando os obstáculos encontrados na realização de sua arte, já que os preconceitos de classe, de família, econômicos e sociais se estabeleceram como barreiras, cuja transposição só foi possível de se dar pela experiência de vida, remetendo-se à ideia da pedra como obstáculo, imortalizada por Drummond. No segundo poema, então, percebe-se o uso da palavra “pedra” por sete vezes, enfatizando a dificuldade que vai e volta e que parece ser intransponível ao ponto de deixar o enunciador esgotado, como se pode constatar em “nunca me esquecerei desse acontecimento/na vida de minhas vistas tão fatigadas.” Para Charaudeau e Maingueneau (2004: 288-289), a intertextualidade “designa ao mesmo tempo uma propriedade constitutiva de qualquer texto e o conjunto de relações explícitas ou implícitas que um texto ou um grupo de textos determinado mantém com outros textos.”, assim como ocorre entre os dois poemas que se harmonizam por meio do uso metafórico do léxico “pedra”, representando as dificuldades enfrentadas. Esse estudo está estruturado seguindo-se o eixo teórico da Estilística Discursiva, em diálogo com a Linguística Textual, enfatizando-se os aspectos das Estilísticas da Enunciação e da Palavra pela perspectiva da Intertextualidade, baseando-se em autores tais: Martins (2008), Micheletti (2006, 2009), Benveniste (1989), Maingueneau (2011), Kock et. al. (2008). Destaque-se, ainda, que essa análise integra os estudos do Projeto de Pesquisa Da Retórica à Estilística, pertencente à linha de pesquisa Estudos Estilísticos; discurso, gramática e estilo do Grupo de Pesquisa Estudos Estilísticos do Programa de Mestrado em Linguística da Universidade Cruzeiro do Sul.