logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Discursos sobre o corpo em revistas de dieta
Autor(es): Adelino Pereira dos Santos. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 21/10/2019
Palavra-chave revistas de dieta,genros textuais,discursos sobre o corpo
Resumo Uma passagem casual por qualquer banca de revista, geralmente localizada nas praças principais e núcleos comerciais dos centros urbanos, em estabelecimentos públicos e particulares de grande circulação de pessoas, tais como rodoviárias e aeroportos, nos possibilita encontrar um grande número de revistas, de diversas editoras nacionais e até estrangeiras, que têm o corpo humano, tematizado sob o viés da relação engordar versus emagrecer, como objeto de constituição de seus textos. Folheando rapidamente essas revistas, mesmo o leitor despreocupado percebe de imediato um montante de textos de diferentes gêneros, ora destinado ao público feminino (a maioria), ora ao público masculino, a depender da orientação editorial da revista. São receitas para emagrecer, relatos de experiência, aconselhamento médico, recomendações, anúncios de remédios ou de suplementos alimentares, receitas de exercícios físicos para ganhar musculatura ou para perder peso, entre outros. O presente trabalho de pesquisa teve como objetivos descrever e analisar revistas de dietas editadas no Brasil entre 2012 e 2013, com vista à identificação dos discursos sobre o corpo que predominam nos respectivos gêneros textuais; identificar os elementos linguísticos e as estratégias argumentativas que materializam os discursos sobre o corpo em diferentes gêneros textuais de revistas de dieta, bem como possibilitam a predominância dos discursos nos textos. A partir de um aporte teórico oriundo da confluência da Análise de Discurso de linha francesa (AD) e dos estudos sobre gêneros textuais (Linguística de Texto), os resultados apontam para existência de dois discursos predominantes: um que tem origem no domínio da medicina (da área de saúde) e outro que se origina do senso comum ou ainda do “campo da estética”. Cardoso (2005) nos adverte que todas as práticas sociais que envolvem a produção da linguagem colocam em relação, nas mais variadas situações discursivas, três elementos: interlocutores, enunciado e mundo. É esta perspectiva tripartite que tomamos neste trabalho, procurando investigar como as revistas de dieta materializam o discurso sobre o corpo através dos gêneros textuais que as constituem e dos elementos linguísticos e estratégias discursivas que revelam a existência e predominância dos discursos. A repostas provenientes desta investigação podem contribuir com o trabalho de leitura na sala de aula da educação básica, de modo a subsidiar o professor de língua portuguesa no desenvolvimento do senso crítico de seus alunos.