logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: A modificação de Grau de Adjetivos em Karitiana
Autor(es): Luciana Sanchez Mendes. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 23/10/2019
Palavra-chave Grau,Adjetivos,Advrbios
Resumo O objetivo deste trabalho é analisar a modificação de adjetivos em Karitiana com o advérbio de grau 'pitat'. Karitiana é uma língua indígena da família Arikém, tronco Tupi. O quadro teórico-metodológico em que se insere esta pesquisa é a Semântica Formal. O advérbio 'pitat' é frequentemente traduzido para o português por 'muito'. Quando utilizado para modificar verbos, ele indica um grau acima do normal em alguma escala selecionada contextualmente. Por exemplo, quando se diz em Karitiana 'João napykynat pitat', 'O João correu muito', a sentença pode ser usada numa situação em que o João tenha corrido muito rápido, uma longa distância, por muito tempo, em alta velocidade, ou com muita intensidade. Curiosamente, o uso de 'pitat' com adjetivos em Karitiana não parece estar associado a um grau acima do normal em uma escala conveniente, mas ao grau máximo da escala, expressando um significado de completude. Por exemplo, quando se diz em Karitiana 'Ombi naakat iosek pitat', 'A cesta está cheia + pitat', a melhor tradução para a sentença é 'A cesta está completamente cheia'. O objetivo deste trabalho é investigar essa variação de significado buscando uma análise unificada para o uso de 'pitat' com adjetivos e verbos. Como é um modificador de grau, 'pitat' é analisado como modificador de predicados graduáveis. Os predicados graduáveis são aqueles que relacionam indivíduos a escalas. Esses predicados podem ser de escala aberta ou fechada. Escalas abertas são aquelas que não possuem um grau mínimo ou máximo lexicalmente determinados. Alto, por exemplo, é um adjetivo de escala aberta, uma vez que não há lexicalmente definido um grau mínimo para algo ser considerado alto. Do mesmo modo, não há um grau máximo determinado para altura. Por outro lado, as escalas fechadas possuem um grau mínimo e um grau máximo determinados. Por exemplo, cheio e vazio são adjetivos de escala fechada. A escala “ocupação” associada a esses adjetivos possui um grau mínimo, associado a vazio, e um grau máximo, associado a cheio A princípio, 'pitat' não parece selecionar exclusivamente nenhum tipo de escala. No entanto, sua interpretação parece variar de acordo com o predicado modificado. Se o predicado é verbal e de escala aberta seu significado é 'acima de um grau normal na escala', semântica usualmente atribuída ao modificador 'muito'. Se o predicado é adjetival e de escala fechada, sua interpretação é 'no grau máximo da escala', significado de 'completamente'. (Apoio: FAPESP - Processo 2009/17185-8)