logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: Desempenho em leitura oral: um estudo sobre as pausas na leitura de estudantes de graduação
Autor(es): Karina Zendron da Cunha. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 14/10/2019
Palavra-chave Leitura,Fluncia,Pausas
Resumo Existem muitos estudos sobre compreensão leitora e desempenho em leitura (silenciosa), mas poucos pesquisadores dedicam-se ao estudo da leitura oral (como SEARA et. al., 2005; YANG, 2004; WICK, 2006). Nesta comunicação, serão analisadas as pausas encontradas em um texto lido oralmente na tentativa de relacioná-las ao desempenho em leitura. Considerei como pausa, assim como Seara et. al. (2005), intervalos de silêncio superiores a 89ms. Nesta pesquisa, também consideramos as pausas preenchidas por hesitações ou por alongamento de segmentos fonéticos. Meu objetivo é, portanto, por meio de uma análise acústica dos dados gravados, observar a ocorrência de pausas na leitura oral de doze sujeitos e relacionar essas pausas com pontuação e com duração, verificar se a ocorrência dessas pausas pode dar indícios sobre o desempenho em leitura desses sujeitos e relacionar nossos achados com a bibliografia relevante sobre o assunto, como Alliende e Condemarín (2005), Rodrigues (1993), Yang (2004) e Seara et. al. (2005). Dos sujeitos gravados, cinco são do sexo feminino e cinco do sexo masculino, com faixa etária entre 18 e 32 anos, estudantes de graduação. Também foram gravados dois sujeitos do sexo masculino com a mesma faixa etária dos demais, mas com menor escolaridade para que fosse possível uma comparação com os demais. Para a análise dos dados utilizou-se o programa Praat, versão 5.1.38, e o script Gera Tabelas. Sabemos que uma boa leitura oral se aproxima das características da fala e que, em alguns casos, pausas não motivadas por pontuação são bem-vindas, pois na oralidade há contextos, como o de tópico-comentário, em que há uma pausa natural entre sujeito e predicado, onde não há pontuação em textos escritos segundo a norma culta. Porém, há pausas não motivadas por pontuação que provocam uma quebra no constituinte sintático e é bastante provável que muitas pausas não motivadas indiquem que o leitor não é tão fluente. Espera-se, portanto, que haja mais incompatibilidade entre pausa e pontuação em leitores não fluentes e/ou menos escolarizados do que em leitores fluentes e/ou mais escolarizados.