logo

Programação do 61º seminário do GEL


61º SEMINáRIO DO GEL - 2013
Título: DISCURSO PEDAGÓGICO: UMA ANÁLISE DO MANUAL DO PROFESSOR DO PROGRAMA ALÉM DAS PALAVRAS (MS)
Autor(es): Cristiane Pereira de Morais e Sousa. In: SEMINÁRIO DO GEL, 61 , 2013, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2013. Acesso em: 21/10/2019
Palavra-chave anlise do discurso,discurso pedaggico,poder/saber
Resumo Nesta pesquisa, ainda em andamento, visamos identificar e analisar as estratégias discursivas utilizadas em discursos do programa Além das Palavras, especialmente do material didático do Instituto Alfa e Beto (IAB), haja vista subsidiar essa “nova” prática pedagógica implantada em MS. Vale destacar que o material desenvolvido pelo IAB, a coleção ABCD – Alfa Educativa LTDA, fundamenta o componente curricular de Língua Portuguesa do Programa implantado e possui uma variedade de materiais didáticos destinados aos professores, alunos e escola. Assim, a partir do dispositivo teórico da Análise do Discurso derivada de Pêcheux, da tese foucaultiana e de alguns estudiosos da área da educação, selecionamos e analisamos alguns excertos do material didático produzidos por sujeitos que ocupam a posição-sujeito de educador/professor e especialista da educação. Numa perspectiva discursiva, podemos afirmar que a escolha do material pedagógico não é aleatória, pois envolve vários aspectos, desde as estratégias de marketing, os acordos juntos a órgãos governamentais e outros aspectos que não dependem, necessariamente, das qualidades pedagógicas do material. Dessa maneira, o discurso político/pedagógico, por meio dessa “nova” prática pedagógica, é exercido de modo privilegiado, com propriedades singulares e papéis preestabelecidos. Esse discurso, aparentemente inofensivo e ingênuo, adquire legitimidade quando proferido pela instituição escolar. Ademais, pode trabalhar para a padronização do sujeito, mediante técnicas e estratégias de convencimento. Diante disso, podemos dizer o Estado detém, privilegiadamente, o poder. Ancorado no discurso político/educacional, aparentemente neutro, elabora estratégias e apresenta soluções para resolver, amenizar as deficiências na sala de aula, implantando o programa Além das Palavras. Dito de outra forma, o programa do governo im(põe), elabora, aprova e faz cumprir essa “nova” prática pedagógica mediante adoção do material pedagógico, segundo seu critério. Por conseguinte, observa-se que o Estado, com autoridade e poder que lhe é constituído, determina o que e como fazer. Dessa forma, o programa adotado visa assegurar a boa formação do professor e do aluno. Capacita, assessora e monitora a prática pedagógica em vigor. Ou seja, por meio do poder disciplinar, vem moldar os profissionais da educação em conformidade com os interesses dos indivíduos que detém o poder. Logo, é preciso um olhar minucioso por parte dos envolvidos, haja vista o programa apresentar um discurso homogeneizante e autoritário. O discurso é a instância na qual se armam conflitos, resistências, relações de poder e saber.